Porque os profetas da desgraça não deixam de ser profetas.

‘Parece-me que se algum problema há que supera todos os mais na igreja contemporânea é o da total carência de discernimento espiritual (a abilidade de distinguir a Verdade do erro no que respeita ao Senhor e as coisas que são do Senhor).

A igreja de hoje em dia promove o credulismo; e os crentes acreditarão virtualmente no que quer que seja. Como resultado, a igreja cristã da modernidade está repleta de más decisões, raciocínio pobre, entendimento superficialista, e ignorância massificada.

(…)

A igreja contemporânea, sem discernimento, tem recorrentemente rejeitado Darwin e Huxley, mas aceite Freud. Mais comummente, tem negado a doutrina e celebrado a ‘unidade nos relacionamentos pessoais’, como se isso fosse de todo prioritário. Tem-se fascinado com o entretenimento e preferiu-o à análise expositória no sermão; enamorou-se de sentimentalismos, e substima o pensamento objectivo.

Em resultado, a cristandade evangélica luta, neste momento, pela sua sobrevivência. A nossa era urge por gente com discernimento, capazes de separar a Verdade da mentira’.

John MacArthur

Anúncios

~ por Nuno Miguel Fonseca em 20 de Outubro de 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: